Home Destaques Audiência pública debate hoje situação da Santa Casa de Rondonópolis
Audiência pública debate hoje situação da Santa Casa de Rondonópolis

Audiência pública debate hoje situação da Santa Casa de Rondonópolis

0
0

Delegado Claudinei promove audiência pública em Rondonópolis para tratar da situação da unidade de saúde, que atende 19 municípios da região sul.

SAMANTHA DOS ANJOS FARIAS / Gabinete do deputado Delegado Claudinei

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), por solicitação do deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), promove nesta sexta-feira (30), audiência pública para tratar sobre a crise econômica da Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis (MT). Caso não seja resolvida a situação financeira no prazo de até três meses, há possibilidade da instituição fechar as portas e suspender a assistência prestada aos 19 municípios da região sul de Mato Grosso.

Nas últimas semanas, Claudinei entrou em contato com os senadores e deputados federais de Mato Grosso, para unirem forças para que a unidade de saúde não interrompa o atendimento. “Antes de ser político, deputado estadual e delegado de polícia, sou morador de Rondonópolis há 12 anos e pretendo continuar morando aqui. Não quero ver a Santa Casa fechar”, afirmou o parlamentar.

Fundada em 1971, a Santa Casa de Rondonópolis realiza atendimentos de modo particular, por convênios e pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A instituição conta com 900 colaboradores e mais de 150 médicos contratados por meio de prestação de serviços. Também, tem hoje 246 leitos, sendo 62 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O evento contará com a presença de representantes da Santa Casa de Rondonópolis, autoridades municipais, estaduais e da esfera federal e a sociedade civil organizada.

Evento: Audiência pública sobre a crise econômica da Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis

Data: 30/08/2019

Horário: 19h

Local: Câmara Municipal de Rondonópolis

Mais informações: Assessoria de Imprensa – Samantha dos Anjos (65) 99639.9715

Faça um comentario

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *