Home Cidade e Cotidiano Pessoas com Deficiência têm chance de acesso ao ensino superior

Pessoas com Deficiência têm chance de acesso ao ensino superior

0
0

Em parceria com a Anhanguera, processo destinará cinco bolsas de estudo.

Priscilla Vilela | Setas-MT

Ter acesso ao ensino superior e obter um diploma parecia algo ainda distante para Jovana Nogueira. Aos 20 anos e portadora de uma deficiência, a jovem trabalha em um cargo de ensino médio para obter sustento, mas sonhava com o dia em que teria acesso a uma universidade para, assim, melhorar de vida. A partir da próxima segunda-feira (13.02), pode ser que ela alcance este objetivo.

É que Jovana, juntamente com outras 16 Pessoas Com Deficiência (PCD), participou de um processo seletivo realizado pelo programa “Emprega Rede”, da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT), em parceria com a Faculdade Anhanguera, em que serão destinadas cinco bolsas de estudos totalmente gratuitas para qualquer curso superior.

No total, 17 PCDs que já estavam inscritos no banco de dados do Serviço Nacional de Emprego (Sine) participaram da prova de seleção, realizada na última semana. O resultado com os ganhadores sai nesta segunda-feira (13.02) e as matrículas poderão ser realizadas em breve para que todos comecem a estudar o quanto antes.

Siga o Portal LeNews no Facebook

“Eu tinha esse sonho de fazer uma faculdade e conseguir me formar, mas não via como. Aí me ligaram do Sine e falaram que eu poderia participar desse processo para tentar uma vaga. Agora já fiz a prova e estou ansiosa para saber o resultado, mas de qualquer maneira fico contente de ver oportunidades como essa para dar oportunidades para quem não tem dinheiro”, disse.

O consultor comercial da Faculdade Anhanguera, Erick Vinícius de Almeida, participou do processo seletivo e conferiu de perto o empenho dos concorrentes para obter o melhor resultado. Ele afirma que mesmo aqueles que não conseguirem a bolsa integral podem ter acesso à instituição, que possui preços mais acessíveis.

“Começamos a fazer essa parceria com o Governo do Estado, por meio da Setas, no ano passado e de lá para cá, já conseguimos dar acesso ao ensino superior para várias pessoas. Temos uma boa taxa de valor acessível para as pessoas, mas muitos não sabem. Então, quem tem esse sonho, pode nos procurar para ver as possibilidades”, considerou.

A coordenadora do Sine, Juciane Marta Aguiar, explica que ações como essa são constantes na unidade, que busca sempre realizar parcerias com empresas e instituições, para proporcionar mais acesso a qualificação para o público em situação de vulnerabilidade social. “Nosso objetivo é esse, sempre auxiliar o cidadão, com as ferramentas que temos”.

Quem quiser participar de futuras ações como essas pode se cadastrar no banco de vagas do Sine. Em Cuiabá, a unidade Matriz fica localizada na Rua Baltazar Navarros, Bairro Bandeirantes, próximo ao Pronto-Socorro, região central da Capital. O atendimento é das 7h30 às 13h30, de segunda a sexta-feira.

Emprega Rede

O Emprega Rede é um programa do Governo do Estado dentro do pacote de ações do Transforma Mato Grosso, cujo objetivo é promover a inclusão produtiva, especialmente do público vulnerável. Para isso, são aplicadas ações específicas dentro das diretrizes do Emprega Rede, que atendam cada público.

São pessoas com deficiência, mulheres vítimas de violência, pessoas acima de 45 anos, jovens e egressos do trabalho escravo, do tráfico de pessoas e do trabalho infantil, que são conduzidas para o mercado de trabalho, cursos de qualificação e outras oportunidades.

Somente no ano passado, cerca de 12.500 cidadãos em situação de vulnerabilidade social foram beneficiados pelo programa. Foram mais de 15 ações realizadas em Mato Grosso que geraram emprego, qualificação e renda à população.

Fonte: 

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *