Home Cidade e Cotidiano ‘Plante Amor, Salve Vidas’ presta homenagem às mulheres vítimas de violência e possibilita debater a temática
‘Plante Amor, Salve Vidas’ presta homenagem às mulheres vítimas de violência e possibilita debater a temática

‘Plante Amor, Salve Vidas’ presta homenagem às mulheres vítimas de violência e possibilita debater a temática

0
0

A atividade contou com a parceria da Energisa, que realizou trocas de lâmpadas por unidade consumidora e o cadastro para tarifa social.

JULIA MILHOMEM BATISTA

Em atendimento a programação da campanha  “Agosto Lilás”, a Secretaria Municipal da Mulher distribuiu cerca de 50 mudas de árvores frutíferas, nesta segunda-feira (9), na praça central do bairro Três Barras. A segunda edição do “Plante Amor, Salve Vidas” é uma iniciativa que possibilita prestar uma homenagem as mulheres que foram vítimas de feminicídio e debater a temática sobre a violência doméstica e familiar.

De acordo com a secretária adjunta da pasta, Elis Regina Prates, o ato de distribuir mudas foi uma forma de honrar a memória das 47 mulheres que foram mortas no Estado este ano pelos seus antigos ou atuais companheiros. Ela explica que a entrega das mudas é uma forma de mostrar o renascimento daquela mulher que conseguiu se libertar da violência doméstica.

“As vítimas de violência doméstica vivem um cenário onde os agressores colocam elas como culpadas criando situações para justificar as agressões. É contra esse cenário absurdo que nós lutamos diariamente. Precisamos utilizar a informação como ferramenta de enfrentamento a essa violência, divulgando os canais de denúncia e auxiliando a identificar as violências sofridas”, afirma.

Para a primeira-dama, Marcia Pinheiro, Cuiabá segue avançando em políticas para a proteção, ações de empoderamento, autonomia financeira e programas que garantem a dignidade da mulher. Ela destaca algumas ações do município, como “Cuiabá por elas” arrecada e entrega absorventes para mulheres em situação de vulnerabilidade social. Qualifica Cuiabá que oferece cursos de qualificação profissional e promovem assim a independência da mulher.

“Essa ação não é apenas para prestarmos homenagem às mulheres que foram assassinadas, mas principalmente para chamarmos a atenção sobre esse tema e incentivar mulheres que vivem sendo violentadas pelos seus companheiros a denunciarem as agressões”, destaca.

A atividade contou com a parceria da Energisa, que realizou trocas de lâmpadas por unidade consumidora e o cadastro para tarifa social. Os colaboradores da concessionária de energia permanecem na praça até sexta-feira (13).

Deixe uma resposta