Home Cidade e Cotidiano SES/MT terá novo sistema para controle e distribuição de medicamentos

SES/MT terá novo sistema para controle e distribuição de medicamentos

0
0

Julia Graminho | SES-MT

A Secretaria de Estado de Saúde conta, a partir de agora, com o sistema Hórus, uma nova ferramenta que vai auxiliar o Estado a qualificar a gestão da assistência farmacêutica nas três esferas do SUS, e contribuir para a ampliação do acesso aos medicamentos e da atenção em saúde prestada à população. 

Com o novo portal, os 141 municípios podem acompanhar individualmente o uso, estoque e o controle da distribuição de medicamentos em tempo real. 

Para utilizar o programa, os profissionais vão passar por treinamento entre os meses de fevereiro e abril. Atualmente, dois sistemas são mantidos pelo Estado e os valores ultrapassam R$ 200 mil. Com o Hórus, Mato Grosso terá custo zero e, além disso, o sistema possibilita um mapeamento online de todos os municípios.

“É um sistema único, onde teremos acesso aos dados das regionais, por exemplo,” destaca a superintendente do atendimento farmacêutico, Fátima Melo. Ela ressalta que a implantação do sistema Hórus faz parte também de uma das exigências do Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) do Tribunal de Contas de Mato Grosso. 

Siga o Portal LeNews no Facebook

“Uma das recomendações do Tribunal é que fosse implantado um sistema público, para diminuir custos. Assim, além dele ser ótimo para a população, também conseguimos atender as recomendações de ação civil pública,” conta Melo. 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES/MT) trabalha junto com a Superintendência de Atendimento Farmacêutico (SAF) desde dezembro de 2016 para implantar o novo sistema. Após as primeiras reuniões, o secretário estadual da pasta, João Batista Pereira, realizou as primeiras adesões ao sistema. 

“Está tudo alinhado com os secretários. Nesta semana, nos reunimos com representantes do Ministério da Saúde para decidirmos juntos os cronogramas da implantação do sistema. A ideia é que até junho deste ano, o Hórus já esteja funcionando em todos as unidades de saúde do Estado que fazem controle de estoque de medicamentos e insumos e estaremos incentivando para que todos os municípios também façam adesão ao Hórus,” enfatizou Fátima Melo.

O sistema Hórus fornece dois módulos de implantação. O Componente Especializado e o Estratégico. Em Mato Grosso, a implantação do sistema será feita em duas fases. Primeiro, a SAF dará inicio ao processo através do Componente Estratégico. Ele será implantado em março no Centro Estadual de Armazenamento e Distribuição de Insumos de Saúde (CEADIS), na Capital, na Regional de Tangará da Serra (240 km de Cuiabá) e em quatro polos do Estado durante atendimento.

O segundo módulo de implantação é o Especializado, que inicia com treinamento e execução nos dias 27 a 31 de março. O sistema também será testado no CEADIS e na Farmácia especializada.

O sistema 

O Hórus é um software livre que será operado pelas secretarias municipais de Saúde e almoxarifados centrais. Ele é integrado ao Cartão Nacional de Saúde e ao Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde, o que permitirá o acompanhamento da saúde de cada paciente. 

De acordo com o Ministério da Saúde, o nome do sistema vem da expressão “Olho de Hórus”, símbolo egípcio que significa saúde e felicidade. No contexto do sistema, simboliza o recebimento correto, racionalidade no uso e bom gerenciamento dos medicamentos.

Fonte:

 

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *