Home Cidade e Cotidiano Visita resgata importância da comunidade onde nasceu Cuiabá

Visita resgata importância da comunidade onde nasceu Cuiabá

0
0

Nara Assis | Gcom-MT 

Foi na comunidade de Coxipó do Ouro, em Cuiabá, que ocorreu a primeira missa celebrada em solo mato-grossense, em 21 de fevereiro de 1721. Também ali foi descoberto o ouro de aluvião, explorado pelos bandeirantes. Quase 300 anos depois, a comunidade busca resgatar a importância histórica e cultural do distrito, que atualmente conta com 1,5 mil famílias. Este é o objetivo do movimento “Redescobrindo o Coxipó do Ouro: rumo aos 300 anos”, que recebeu a comissão do Núcleo de Ações Voluntárias (NAV) do Governo do Estado, na comunidade, nesta sexta-feira (13.10).

O grupo pediu que as comemorações do aniversário de Cuiabá em 2019 destaquem o registro do Coxipó do Ouro como o local de nascimento da Capital. “Esta é uma região que o mundo precisa conhecer, que possui uma história belíssima e uma cultura muito rica, preservada com orgulho pelos moradores”, ressaltou o idealizador do movimento, Valdemir Taques, durante visita à Igreja Nossa Senhora da Penha de França.

Moradora da comunidade há 22 anos, Leila Soares Viana reconheceu as melhorias conquistadas nos últimos anos e acrescentou que as famílias precisam do apoio do poder público. Presidente do Clube de Mães e uma das coordenadoras da igreja, ela disse que as condições para a produção do artesanato precisam ser melhoradas. “Estamos muito felizes em receber o Governo do Estado, porque este olhar é fundamental para que os artesãos consigam melhorar suas rendas e possam viver melhor”.

O pedido foi reforçado pelo coordenador do movimento “Redescobrindo o Coxipó do Ouro: rumo aos 300 anos”, Thiago Calaça Pedroso, que também agradeceu o apoio do NAV, juntamente com outros parceiros, para a conquista de espaços na Orla do Porto para exposição do artesanato local. “Assim, conseguiremos comercializar nossos produtos e mostrar a nossa riqueza cultural, e só fomentando essa atividade será possível manter nossa comunidade”.

A intenção destas visitas é justamente conhecer as reais necessidades das comunidades mais afastadas dos centros urbanos. No caso do Coxipó do Ouro, também há o tão sonhado asfalto, que está próximo de sair do papel. A licitação para pavimentação de 8,4 quilômetros da rodovia MT-402, que dá acesso ao distrito, foi lançada em setembro deste ano. Além disso, em alusão ao Dia das Crianças, comemorado na quinta-feira (12.10), foram entregues brinquedos às crianças da comunidade arrecadados pela campanha “Mês das Crianças Solidário”.

A mobilização está sendo realizada em todas as secretarias estaduais durante o mês de outubro. Em cada órgão foi disponibilizada uma caixa para receber as doações. Além dos servidores, a população também pode participar, entregando qualquer brinquedo no antigo Lar da Criança até o dia 20 deste mês. “Nós vamos continuar trabalhando para ajudar aqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social, por isso tanto esta campanha quanto as atividades da comissão ‘Cuiabá 300 anos’ são beneficentes”, explicou a coordenadora-executiva do NAV, Cely Almeida.

A presidente de honra do NAV, Eda Taques, mãe do governador Pedro Taques, participou da visita ao Coxipó do Ouro. Ela frisou que este contato com as pessoas é muito importante. “Nós somos voluntários nesta causa e é muito gratificante poder participar destas ações. São comunidades que precisam da nossa atenção e eu quero ir a muitas outras neste estado”, afirmou. O governador também esteve com a comitiva e os moradores, no início da tarde.

Alegria das crianças

Em uma comunidade como a do Coxipó do Ouro, os brinquedos não são muitos. Benedita Santos de Freitas, de 32 anos, tem quatro filhos, e contou que com muito esforço garante a alimentação das crianças, e o dinheiro não sobra para comprar presentes. “Também não temos muito lazer, então quando recebemos pessoas de fora distribuindo essas coisas, ficamos  muito felizes”.

Nelson Freitas da Mata, de oito anos, foi um dos filhos contemplados com brinquedo, cachorro-quente e ‘geladinho’. Tímido, o estudante do segundo ano do Ensino Fundamental disse que ficou satisfeito com o carrinho que ganhou. “Hoje foi um dia especial, eu gostei muito”, disse o menino que mora na comunidade Arraial dos Freitas (3 km do distrito) com a família.

Deixe uma resposta