Do que são formados os milhares de asteroides do Sistema Solar

0
0

Apenas na órbita ao redor do Sol, a Terra passa por centenas de toneladas de meteoros

Telescópios detectaram pela primeira vez, em outubro de 2017, um asteroide que veio de fora do Sistema Solar: o ‘Oumuamua’, palavra em língua havaiana que significa “mensageiro distante que chegou primeiro”.

Notícias ao Minuto

Por “aqui”, os asteroides do Sistema Solar se concentram, em sua maioria, em três grandes estruturas: o cinturão de Asteroides, o cinturão de Kuiper e a nuvem de Oort. Apenas na órbita da Terra ao redor do Sol, o nosso planeta passa por centenas de toneladas de meteoros. Acontece que muitas vezes eles são tão pequenos que nem chegam a ser notados.

De acordo com a BBC, o físico Othon Winter, da Universidade Estadual Paulista (Unesp), explica que estas concentrações de objetos rochosos e de gelo começaram na origem do Sistema Solar.

“Os asteroides se localizam em órbitas mais próximas da nossa estrela e são majoritariamente formados por componentes refratários, como silicatos e metais. Os cometas têm órbitas mais distantes (bem excêntricas) e são, em sua maioria, compostos de materiais voláteis, principalmente água – na forma de gelo”, explica o cientista.

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *