Home Brasil Brasil e Reino Unido discutem nesta quarta-feira ampliação de comércio

Brasil e Reino Unido discutem nesta quarta-feira ampliação de comércio

Brasil e Reino Unido discutem nesta quarta-feira ampliação de comércio
0
0

Secretário do Ministério da Economia fala em melhorar o ambiente de negócios e eliminar ineficiências e distorções nos processos.

PARCERIA INTERNACIONAL

Por Canal Rural

Autoridades brasileiras e britânicas vão se reunir, virtualmente, nesta quarta-feira, 11, para discutir a ampliação do comércio e dos investimentos bilaterais. A 11ª edição do Comitê Econômico e de Comércio Conjunto entre Brasil e Reino Unido (Jetco, na sigla em inglês), como é chamado o encontro, acontecerá entre 11h30 e 13h.

A delegação brasileira será liderada pelo secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Roberto Fendt, e contará com representantes dos ministérios das Relações Exteriores e da Agricultura; além da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi).

Os britânicos serão representados pela secretária de Estado para o Comércio Internacional do Reino Unido, Liz Truss.

Entre os assuntos da pauta estão as perspectivas de longo prazo para o aprofundamento da relação bilateral por meio da negociação de acordos relacionados ao comércio e ao investimento – um deles para evitar os efeitos da dupla tributação sobre as empresas que operam no mercado internacional. Também devem ser discutidos temas como propriedade intelectual, sustentabilidade e cooperação em fóruns multilaterais.

“Essas questões foram abordadas previamente em uma mesa redonda com representantes dos setores privados brasileiro e britânico, no último dia 3 de novembro. Ao final do encontro desta quarta-feira, os dois países emitirão um comunicado conjunto com as principais conclusões e medidas acertadas”, informa o Ministério da Economia.

Inserção internacional

O secretário especial Roberto Fendt lembra que uma das principais diretrizes estratégicas do governo federal é expandir a inserção internacional da economia brasileira. “O fortalecimento dos laços comerciais com parceiros tradicionais é um passo significativo nessa direção, e acredito que Brasil e Reino Unido estão especialmente alinhados para fortalecer sua parceria”, comenta.

Ele explica que o mundo e sua estrutura produtiva passam por transformações significativas, antes e durante a pandemia da Covid-19, o que reforça a importância de melhorar o ambiente de negócios e eliminar ineficiências e distorções, de modo a facilitar a integração do setor produtivo brasileiro com as cadeias globais de valor e disponibilizar produtos mais baratos e de melhor qualidade aos consumidores.

“O comércio internacional tem provado ser a ferramenta mais efetiva de geração de prosperidade, sendo essencial em um processo de recuperação econômica sustentável”, afirma Fendt.

tags:

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *