Home Destaques Deputados realizam sessão nesta terça (6) para votação de projetos
Deputados realizam sessão nesta terça (6) para votação de projetos

Deputados realizam sessão nesta terça (6) para votação de projetos

0
0

Reunião será às 16 horas, de forma remota e presencial.

ITIMARA FIGUEIREDO / Gabinete do deputado Eduardo Botelho

Para dar continuidade à limpeza de pauta de projetos em tramitação, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) realiza sessão deliberativa ordinária, nesta terça-feira (6), às 16 horas, podendo ser convocadas, em Plenário, sessões subsequentes para discussão e votação das matérias.

O primeiro-secretário da ALMT, deputado Eduardo Botelho (DEM), explicou que a reunião é necessária e mesmo estando em recesso, os deputados já se manifestaram favoráveis à participação da reunião. Botelho destacou que o fato de acontecer de forma remota e presencial facilita, garantindo quórum para votação. “Todos os deputados estão cientes, não vamos ter problema de quórum porque podem participar de onde estiverem”, disse Botelho.

De acordo com o deputado, dentre os projetos em pauta, a segunda votação da PEC 010, chamada de PEC da Empaer que acrescenta dispositivo ao Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição do Estado de Mato Grosso; Projeto de lei n° 557/2021 que institui o Programa Alfabetiza MT, o Prêmio Educa MT e a Inclusão Digital, em regime de colaboração com os municípios mato-grossenses, e dá outras providências. Entra também a votação para renovação do Fundo da Saúde, que garante recursos aos hospitais filantrópicos, como o Geral, de Câncer, Santa Helena, Santa Casa de Rondonópolis, Lions da visão, dentre outros. “É um recurso muito importante para manter esses hospitais funcionando”, disse o deputado.

Outra expectativa do parlamentar é que o governo envie à ALMT o projeto da Previdência. “Já estamos em conversa com a Casa Civil para ver se encaminha logo para votarmos. Se não encaminhar, ficaremos de sobreaviso e quando mandarem a gente realiza nova sessão”, declarou o parlamentar, na manhã desta segunda-feira (05), ao ressaltar que o governo deve encaminhar, nos próximos dias, o projeto sobre a contribuição previdenciária dos portadores de doenças raras. Já para aposentados e pensionistas, defende celeridade, para aliviar os servidores que estão sendo taxados em 14% de contribuição desde que foi aprovada a Reforma da Previdência.

“A gente espera que se resolva logo essa questão. Senão fica enrolando, vamos para agosto, setembro e acaba que vai passar o ano e não vamos conseguir fazer chegar esse benefício aos contribuintes, àqueles que realmente precisam desse auxilio. Espero que o conselho tenha sensibilidade e aprove o mais rápido possível isso. Faço esse apelo ao Conselho da Previdência”, concluiu.

 

Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

Deixe uma resposta