Home Cidade e Cotidiano Misc recebe workshop de ritmos afro brasileiros e afro cubanos nesta sexta (20) e sábado (21)
Misc recebe workshop de ritmos afro brasileiros e afro cubanos nesta sexta (20) e sábado (21)

Misc recebe workshop de ritmos afro brasileiros e afro cubanos nesta sexta (20) e sábado (21)

0
0

Toda a programação é realizada com entrada franca e limitada a capacidade máxima do espaço, respeitando as medidas de biossegurança em decorrência da pandemia da COVID-19

NAIARA LEONOR

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, em parceria com a Associação Lavagem das Escadarias do Rosário e São Benedito convidam para participar de workshop “Conversa de Tambores”, de ritmos afro brasileiros e afro cubanos, que será ministrado gratuitamente pelo Mestre Josué de Carvalho, nesta sexta-feira (20), às 19h e no sábado (21), às 16h, no Museu da Imagem e do Som (Misc).

“Os espaços municipais estão de portas abertas para receber projetos que valorizam e fomentam a cultura. Me sinto muito realizada como gestora quando recebemos propostas de ocupação desses espaços, pois é um compromisso da gestão Emanuel Pinheiro devolver ao povo o convívio em ambientes como o Centro Histórico, sempre respeitando as medidas de biossegurança que o momento pede”, disse a secretária de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Rabello Leite Jacob.

A iniciativa é mais uma ação da gestão Emanuel Pinheiro com objetivo de fomentar a movimentação cultural do Centro Histórico de Cuiabá. Casa onde todos são bem-vindos, o Misc é mais uma vez palco de encontro entre sonoridades. É no casarão antigo que acontecem também as aulas do projeto Misc Sonoro, de ensino de violão e flauta doce.

O workshop será ministrado pelo músico percussionista e pesquisador, mestre Josué de Carvalho. Parte da experiência que será compartilhada vem da vivência de mestre Josué com seus mestres durante sua passagem por Salvador, Bahia entre os anos de 1998 e 1999, quando participou de encontros de percussão com representantes cubanos, africanos, árabes e italianos.

Toda a programação é realizada com entrada franca e limitada a capacidade máxima do espaço, respeitando as medidas de biossegurança em decorrência da pandemia da COVID-19, como distanciamento mínimo de 1,5 metros, uso obrigatório de máscara e disponibilização de álcool 70%.

Deixe uma resposta