Home Cidade e Cotidiano Prefeita de Chapada dos Guimarães estuda instalar barreiras sanitárias para conter Covid-19

Prefeita de Chapada dos Guimarães estuda instalar barreiras sanitárias para conter Covid-19

Prefeita de Chapada dos Guimarães estuda instalar barreiras sanitárias para conter Covid-19
0
0
Por: JOELMA PONTES

 

Uma das principais cidades turísticas de Mato Grosso, Chapada dos Guimarães (65 km da Capital), já contabiliza 6 casos confirmados da Covid-19, o coronavírus,  e um óbito registrado na tarde desta quinta-feira (13). Diante dos números, a prefeita da cidade, Thelma de Oliveira (PSDB), informou ao HNT/HiperNotícias que ela, juntamente com o Comitê de Prevenção de Enfrentamento à Covid-19 já estudam instalar barreiras sanitárias para conter a disseminação do vírus.

“A situação é muito preocupante, mas estamos com uma equipe fazendo a linha de frente do enfrentamento ao coronavírus, fazendo o trabalho de conscientização. Aqui em Chapada interditamos a balsa e estamos tentando fazer uma barreira sanitária, que ainda não conseguimos. É muito complicado a situação por aqui. Já estávamos com o alerta ligado, por ser uma cidade turística. Existem várias vias de acesso ao município e está difícil demais controlar isso”, observou Thelma.

A prefeitura de Chapada manteve os estabelecimentos fechados no início de abril, quando surgiram os primeiros casos confirmados da doença. No entanto, um decreto baixado permitiu a flexibilidade do isolamento social com a abertura do comércio de uma forma geral, porém, seguindo critérios de horário de funcionamento, distanciamento entre pessoas, a higienização conforme preconizado pelo Ministério da Saúde (MS), além do uso de máscara de proteção, conforme a Lei Estadual nº 11.110, sancionada em 22 de abril.

Na semana passada, o município decidiu interditar com grades de proteção o principal ponto de encontro de Chapada dos Guimarães, a Praça Dom Wunibaldo. Segundo a chefe de Fiscalização da prefeitura, Iranize Pedroso, o local bastante frequentado pela população local e turistas, precisou ser isolado para impedir possível aglomeração de pessoas.

Ainda de acordo com a prefeitura, os estabelecimentos localizados no entorno da Praça Dom Wunibaldo, como trailers e barracas, só podem funcionar pelo sistema delivery ou retirada no local, ou seja, não será permitida a permanência de clientes.

Casos em MT

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (14), 734 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso.

Os casos confirmados estão em Cuiabá (235), Rondonópolis (69), Várzea Grande (66), Barra do Garças (45), Lucas do Rio Verde (30), Primavera do Leste (28), Sinop (26), Tangará da Serra (18), Sorriso (18), Cáceres (18), Rosário Oeste (16), Peixoto de Azevedo (13), Nova Mutum (13), Jaciara (12), Confresa (11), Mirassol D’Oeste (8), Tapurah (7), Querência (7), Jangada (7), Alta Floresta (7), São José dos Quatro Marcos (6), Chapada dos Guimarães (6), Curvelândia (4), Pontal do Araguaia (3), Ipiranga do Norte (3), Aripuanã (3), Água Boa (2), Vila Bela da Santíssima Trindade (2), Vale de São Domingos (2), São Pedro da Cipa (2), Rio Branco (2), Pontes e Lacerda (2), Poconé (2), Nova Lacerda (2), Canarana (2), Campo Novo do Parecis (2), União do Sul (1), São Felix do Araguaia (1), Santo Antônio de Leverger (1), Poxoréo (1), Ponte Branca (1), Nova Monte Verde (1), Nossa Senhora do Livramento (1), Nobres (1), Lambari D’Oeste (1), Juscimeira (1), Cotriguaçu (1

Barreiras sanitárias

Em Mato Grosso, pelo menos nove municípios já contam com barreiras sanitárias, como forma de conter a disseminação da Covid-19, o coronavírus. São eles: Paranaíta, Tangará da Serra, Nova Ubiratã, São Félix do Araguaia, Nobres, Nova Monte Verde, Paranatinga, Diamantino e Arenápolis.

Na entrada das cidades, equipes monitoram a temperatura de motoristas, passageiros e locais de origem.(HNT/HiperNotícias)

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *