Home Cidade e Cotidiano Prefeito Emanuel Pinheiro quer transformar unidade em referência no atendimento ao autista

Prefeito Emanuel Pinheiro quer transformar unidade em referência no atendimento ao autista

Prefeito Emanuel Pinheiro quer transformar unidade em referência no atendimento ao autista
0
0

Com as obras físicas entregues a previsão é de que a unidade comece as atividades no segundo semestre com atendimento inicial de 100 crianças, adolescente e adultos.

MARIA BARBANT

Durante a entrega das obras do Centro de Atendimento ao Autista, o prefeito  Emanuel Pinheiro disse que a parceria entre o poder público, a iniciativa privada e sociedade civil organizada vai tornar a unidade uma referência no atendimento aos autistas. Com as obras físicas entregues na manhã desta quinta-feira (27),  a unidade deve entrar em funcionamento até o mês de novembro. A princípio a unidade irá atender 100 crianças, adolescentes e adultos, ampliando gradativamente até a sua capacidade máxima.

Na solenidade, o prefeito Emanuel Pinheiro falou das primeiras ações visando à implementação de uma política pública voltada para o atendimento e inclusão dos autistas e das pessoas com deficiência, até a criação da unidade e, disse que o Centro de Atendimento ao Autista é mais uma ação resultante da sensibilidade, e da humanização da sua gestão. “Esse é o fruto da nossa preocupação em, de forma persistente, continuarmos lutando pela justiça e inclusão social em Cuiabá. Abrir o Centro de Atendimento ao Autista, em parceria com a iniciativa privada, com a Câmara Municipal de Cuiabá, através do vereador Lilo Pinheiro e do presidente Juca do Guaraná, e instituições que representam a causa do autista, a Prefeitura de Cuiabá mostra a sua preocupação e respeito com o ser humano e a inclusão social. Para a gestão Emanuel Pinheiro, as pessoas estão em primeiro lugar”, destacou Emanuel Pinheiro.

O prefeito Emanuel Pinheiro disse ainda que a unidade terá todo o apoio da gestão Municipal, por meio das Secretarias de Saúde, Educação e Assistencial Social para a sua operacionalização.

Obras

O prédio que abriga o Centro de Atendimento ao Autista foi totalmente reformado. No local funcionava a antiga Escola do Moinho, no bairro Santa Cruz II (Regional Sul) desativada há alguns anos. Após a reforma a unidade conta agora com cinco consultórios, uma cozinha, sala de integração, recepção, duas salas para o administrativo, dois banheiros e mais um adaptado.

Na unidade serão oferecidos serviços nas áreas da saúde e educação, com suporte multiprofissional para atender as principais necessidades das pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Entre eles, fonoaudiologia, psicologia, neurologia, psiquiatria, fisioterapia, cozinha funcional, educação física funcional, terapias ocupacionais, estimulação precoce e nutricionista. Em relação à educação, serão oferecidas Atividades de Vida Diária (AVD) e de Vida Prática (AVP), com um plano de atendimento individualizado e flexível com a demanda de atendimento.

O gerente regional da Plaenge, construtora parceira na iniciativa e responsável pela obra, Rogério Sabian, muito emocionado, disse que a unidade é uma realização pessoal.   “Mais do que para a Plaenge, o privilégio é meu. Desde que meu filho foi diagnosticado, a empresa sempre deu todo o apoio necessário. Com essa unidade estamos sendo úteis, oferecendo a esperança de um tratamento melhor para as crianças autistas. Sempre tivemos o apoio da Prefeitura de Cuiabá, por meio das Secretarias de Educação e Saúde. Na verdade o sonho começa agora. O autismo é uma responsabilidade da sociedade”, disse ele. A construtora doou dois apartamentos decorados para a causa, empresas de material de construção também colaboraram e o investimento na obra, foi de aproximadamente R$ 450 mil.

Também presente ao evento, o vereador Lilo Pinheiro, falou sobre o seu apoio à causa, quando o assunto ainda era pouco discutido em Cuiabá. “Nós tínhamos um objetivo, de implantarmos em Cuiabá, um centro integrado de atendimento, onde os autistas pudessem ter um atendimento especializado. Quando o prefeito Emanuel Pinheiro assumiu no primeiro mandato pudemos dar continuidade a esse sonho. Como vereador, por meio de emenda parlamentar, aportei R$ 650 mil, que serão destinados a operacionalização da unidade”, disse o parlamentar também muito emocionado ao complementar que politicamente está realizado com a construção da unidade.

A secretária Municipal de Saúde, Ozenira Félix grande apoiadora da causa, num depoimento emocionado, relatou sua experiência pessoal. “Eu tenho um filho autista, de 20 anos, e as dificuldades foram muitas. Meu filho não utilizará a unidade mas muitas famílias terão aqui, o apoio que precisam.  Começamos numa época em que praticamente ninguém sabia muita coisa sobre o autismo. Quando o prefeito Emanuel Pinheiro decidiu sair candidato em 2016 me ofereci para contribuir no seu plano de governo onde inseri a proposta de uma escola para o autista. Desde então temos recebido apoio de muitos guerreiros e hoje, com muita parceria e ajuda para a questão do autismo, ao prefeito Emanuel Pinheiro pela sua sensibilidade e apoio e hoje o sonho está aqui realizado e essa unidade será exemplo para outros municípios”, disse a secretária Ozenira Félix.

A presidente da Associação dos Amigos dos Autistas de Mato Grosso (AMA), Kelly Viegas disse que entrega das obras do Centro de Atendimento aos Autistas é um sonho que está se tornando realidade. “Estamos muito felizes e emocionados, essa é uma grande conquista de todos nós. O Centro de Atendimento ao Autista vai proporcionar atendimento multidisciplinar  e com isso, uma melhor qualidade de vida aos autistas e sua inserção na sociedade”, disse ela.

Atendimento e conscientização

A AMA, entidade com 500 associados, e a Prefeitura de Cuiabá vinham trabalhando na efetivação do plano e do projeto do Centro de Atendimento ao Autista desde 2018 que além de proporcionar atendimento vai chamar a atenção da sociedade para a questão do autista e sua inserção na sociedade.

Participaram do evento, a secretária Municipal de Educação, Edilene de Souza Machado, a secretária-adjunta de Educação, Débora Marques Vilar, o secretario-adjunto da Pessoa com Deficiência, Rubens Silva, o Rubinho da Guia, diretora de Gestão Educacional, Mabel Strobell,  a coordenadora de Educação Especial da Secretaria de Educação, Magna Maria de Barros, representante da Associação de Moradores do Bairro Santa Cruz II entre outros.

Deixe uma resposta