Home Brasil Secretaria de Saúde avalia positivamente 1ª semana de vacinação contra à Covid-19
Secretaria de Saúde avalia positivamente 1ª semana de vacinação contra à Covid-19

Secretaria de Saúde avalia positivamente 1ª semana de vacinação contra à Covid-19

0
0

Ozenira Félix afirma que quase metade das doses já foram utilizadas na campanha “Vacina Cuiabá”

JAD LARANJEIRA

A secretária municipal de saúde de Cuiabá, Ozenira Félix, avaliou positivamente os primeiros dias da campanha municipal de imunização “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar”, que ocorre no Centro de Eventos do Pantanal para atender a todos trabalhadores da saúde, que compõem o grupo 1 do plano nacional de imunização contra à Covid-19, definido pelo Ministério da Saúde. Na Capital estima-se que haja mais de 21 mil pessoas nesse grupo.

“A gente avaliou muito positivamente esses primeiros dias, mesmo com toda as dificuldades que nós estamos enfrentando, pois não são todos os profissionais que podem tomar a vacina ainda, inclusive também não são só os profissionais da saúde, mas todos os trabalhadores da área de saúde”, explica.

A gestão do prefeito Emanuel Pinheiro, que trabalha amparada em premissas de probidade e transparência, deu início a campanha de vacinação no último dia 20, tendo atendido quase quatro mil pessoas em cinco dias de atuação, cumprindo rigorosamente as determinações do Plano Nacional de Imunização.

Até esta segunda-feira (25), a Pasta informou que já utilizou quase 50% das doses da vacina Coronavac disponibilizadas pelo Governo Federal, para imunizar os trabalhadores da Saúde da Capital. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) das 8.027 doses, já foram usadas 3.787, totalizando 47% do 1º lote.

De acordo com a secretária Ozenira, a expectativa é que mais doses da vacina cheguem para o Município nos próximos dias. Segundo ela, está aguardando a resolução do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

“Nós ainda não sabemos o quantitativo que vamos receber de novas doses. Ainda aguardo a resolução do Conasems e acredito que lote a gente vá finalizar a vacinação das unidades que são exclusivas de covid”, explica.

A respeito das denúncias de pessoas que poderiam estar “furando fila”, a secretaria também informou que a Pasta tem trabalhado com total transparência, e em caso de irregularidade, o trabalhador sofrerá sanções. No entanto, as denúncias que chegaram à SMS até o momento não possuem fundamento de desvio de conduta.

“O pessoal está muito centrado na questão do profissional de saúde, pensando no médico e no enfermeiro. Contudo, está muito bem definido no plano nacional que são trabalhadores da saúde, e isso envolve o recepcionista, o pessoal de limpeza, o médico, a enfermeira, enfim, todos são trabalhadores da saúde. Os trabalhadores que foram denunciados até agora, são porque não são profissionais de saúde com formação, mas sim trabalhadores na Saúde. Mas vamos apurar qualquer desvio e dar sanções em caso de irregularidade”, diz.

Além disso, a gestora também acredita que a partir desta semana, a população comece a compreender com mais clareza quais os profissionais que estão aptos no momento a se vacinarem e esperem para fazer o agendamento do cadastro, até que chegue a vez do seu grupo de classificação.

“Nós estamos satisfeitos com o resultado da campanha, a gente já vacinou metade do público, com todas as dificuldades de pessoas que agendaram, mesmo sabendo que não iriam receber a vacina. Essa semana com os esclarecimentos, com as pessoas vendo que elas não vão vacinar se elas não estiverem no grupo definido, acredito que agora vá diminuir o quantitativo de pessoas que procuram e ainda não tem esse direito”, afirma.

Deixe uma resposta