Home Economia BNDES reduz taxa de remuneração em projetos em áreas prioritárias

BNDES reduz taxa de remuneração em projetos em áreas prioritárias

0
0

Diversos setores para o desenvolvimento do País serão beneficiados com as mudanças, como energia e qualificação profissional, além da segurança pública

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) diminuiu o spread bancário (a taxa que define a remuneração do banco) em financiamentos de áreas prioritárias para o País, como segurança pública, saneamento, energias renováveis e inovação. Isso torna as condições ainda mais favoráveis para os clientes e incentiva os investimentos.

Anteriormente, o banco se remunerava a partir da mesma taxa, 1,7%, para todos os tipos de financiamento. Agora, projetos em setores estratégicos têm taxa de 0,9%, como a segurança. Já as outras áreas têm spreads que variam de 2,1% a 1,3%. Das atividades atuais do banco, 85% terão taxas mantidas ou menores.

Infraestrutura

A infraestrutura também foi privilegiada pela instituição: os prazos para os financiamentos nessa área foram aumentados para até 34 anos. Obras de mobilidade urbana e transportes, como ferrovias, rodovias e hidrovias, poderão ser financiadas com o prazo máximo. Já empreendimentos ligados a energias alternativas, exportação, aeroportos e portos terão limite de 24 anos.

“Vamos atribuir menor ou maior prioridade conforme tabela que fatalmente é crescente em termos de spreads. Antes, o banco não diferenciava”, esclareceu o presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro. “O banco reconhece que dispõe de recursos suficientes para, sem prejuízo da sua rentabilidade, fazer esse movimento em favor do cliente.”

Com informações do Governo do Brasil, BNDES e da Agência Brasil

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *