Home Economia Morre Kenneth Arrow, mais jovem vencedor do Nobel de Economia

Morre Kenneth Arrow, mais jovem vencedor do Nobel de Economia

0
0

Arrow morreu nesta terça-feira (21), aos 95 anos, em Palo Alto, Califórnia

Morreu Kenneth Arrow. Eu era jovem professor-assistente no departamento de economia de Stanford e discutíamos a contratação de recém-doutor na área de comércio internacional.

Um gênio, disse um; um novo Paul Krugman, que pouco antes deixara o departamento em que havia muitos economistas que receberam o Prêmio Nobel pelas suas contribuições ou que viriam a recebê-lo nos anos seguintes.

Um velho professou rebateu: gênio por aqui há apenas um: Kenneth Arrow. O gentil senhor frequentava os seminários de teoria que me cabia conduzir, como recém-contratado.

Siga o Portal LeNews no Facebook

Arrow invariavelmente chegava atrasado, carregado de papéis e correspondências que recolhia no escaninho do departamento. Os barulhos que causava distraíam a apresentação. Cartas abertas, jornais folheados, eventualmente acompanhados por um eventual levantar dos olhos sobre os óculos para acompanhar as demonstrações dos teoremas.

Em algum momento, interrompia a apresentação com a doçura e humildade que lhe eram peculiar: “Parece-me que você que demonstrar essa conclusão”, antecipando o resultado. “Pois bem, não vai dar certo”, e apontava uma dificuldade inesperada para os demais.

“Mas muito interessante o seu argumento. Caso você o reformule, há uma conclusão que pode ser útil.” E assim seguia Arrow reinventando o argumento proposto e, com a sua generosidade usual, atribuindo a quem fracassara um resultado original.

Assistindo a Arrow nos seminários entendi por que tantos economistas tinham artigos tão criativos em coautoria com ele, apesar de, depois, terem feito tão pouco.

RAPIDEZ E CRIATIVIDADEO velho e sutil senhor era doce e generoso. E inacreditavelmente rápido, profundo e criativo. Arrow revolucionou a teoria econômica, a ciência política, inaugurou a economia da informação, contribuiu para a macroeconomia e para a pesquisa operacional, foi o mais jovem ganhador do Prêmio Nobel em Economia, aos 51 anos, em 1972, recebeu a medalha J. B. Clarke, concedida ao melhor economista com menos de 40 anos, e ganhou o Prêmio Von Neumann pela sua contribuição em pesquisa operacional.

Seu teorema da impossibilidade da razão social talvez seja um dos três grandes resultados formais do século passado, ao lado do Princípio da Incerteza de Heidelberg e do Teorema de Godel. Cinco de seus alunos ganharam o Prêmio Nobel em Economia, e muitos outros o receberam por trabalhos em que elaboraram sobre suas contribuições originais e incrivelmente profundas.

Kenneth Arrow inventou a economia moderna. Ele provou o teorema do eleitor mediano, mas não publicou o artigo pois acreditava que um resultado tão simples já deveria ser conhecido.

Quase fez o mesmo com a sua revolucionária tese de doutorado. Arrow morreu nesta terça-feira (21), aos 95 anos, em Palo Alto, Califórnia. Seu filho Andrew não sabia informar a causa.

Com informações da Folhapress.

 

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *