Home Esportes Idealizador se emociona em lançamento do projeto Mais Esporte na Escola

Idealizador se emociona em lançamento do projeto Mais Esporte na Escola

0
0

A proposta do projeto é integrar o esporte como instrumento auxiliar ao processo pedagógico das escolas do município

por RUAN CUNHA

O projeto Mais Esporte na Escola, voltado a inserir e desenvolver diversos esportes na rede municipal de Educação, foi lançado pelo prefeito Emanuel Pinheiro. A assinatura do Termo de Cooperação aconteceu, no sábado (03), nas dependências do Melina Rugby Clube, parceiro que, nesta primeira etapa, irá levar o Rugby ao contexto escolar de mais de 30 mil alunos.

Siga o Portal LeNews no Facebook

A solenidade de assinatura foi marcada por muita emoção, principalmente pelo idealizador da parceria, o presidente e proprietário do clube de Rugby, Michel Leplus, francês que reside há 30 anos no Brasil.

“Você [prefeito] não imagina o quanto estamos felizes. Faz tempo que temos essa ideia [parceria] e vamos fazer todo possível para ser digno da confiança que está sendo depositada ao Melina nesse projeto. Você não imagina como sou apaixonado pelo Rugby e o ideal é repassar essa paixão”, disse em meio a lágrimas, sob aplausos, ao concretizar o sonho do irmão, Alain Leplus de fomentar o esporte.

O prefeito Emanuel Pinheiro destacou a iniciativa da gestão municipal, neste caso a Secretaria Municipal de Educação (SME), em buscar parceiros para desenvolver ações públicas, principalmente as humanizadas que são o mote da atual administração.

“Ideais como esse são um achado para nós que somos bem intencionados, que queremos o melhor para as nossas crianças e queremos humanizar a gestão pública melhorando a vida das pessoas, cuidando das crianças e você faz isso. Minha obrigação como prefeito de Cuiabá é chamar vocês para somar. Vamos fazer parcerias. Vamos nos unir. Com vocês [parceiros] somos muito mais forte e realizamos muito mais”, frisou Emanuel.

Projeto

A proposta do projeto é integrar o esporte como instrumento auxiliar ao processo pedagógico das escolas do município, assim como é feito com Educação Física, porém mais maximizado. De acordo com pesquisas nacionais e internacionais, a média escolar aumenta em até 1 ponto nas disciplinas de português, matemática e ciências com o desenvolvimento de esporte no contexto de ensino.

O conceito do projeto é levar o aluno com bom rendimento escolar para a espécie de Centro de Treinamento (CT) da pasta de Educação que funcionará nas dependências do parceiro, uma das grandes estruturas esportivas da capital. A meritocracia visa incentivar o aluno a se dedicar mais nos estudos e, consequentemente, promover uma melhorar a partir desse princípio.

“A ideia é criar mecanismos para contribuir com o aluno dentro de sala de aula. Vamos incentivar o aluno a se dedicar aos estudos para que ele possa melhorar seu rendimento. Com esse rendimento bom, o aluno passará a frequentar as atividades do projeto que aumentará ainda mais seu desempenho nos estudos. Vamos criar critérios que, a partir dele, iremos atingir a universalização da melhoria do ensino. A finalidade é essa”, explicou o secretário de Educação, Rafael Cotrim.

A Escola Municipal de Educação Básica (Emeb), Ana Tereza Arcos Krause, foi uma das escolas escolhidas para iniciação do projeto pelo fato de ser a unidade da rede municipal com o maior Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

“Sou extremamente a favor da meritocracia, inclusive, os alunos que estão aqui são os melhores da turma do quinto que além do comportamento tem se destacado no aprendizado escolar não necessariamente são aqueles que tiram 10, mas são aqueles que se empenham em melhorar os resultados. A escola trabalha em cima disso e o projeto já está muito de acordo com nossa proposta escolar”, relatou a diretora da unidade, Olinda Gonçalves de Almeida.

O público alvo do projeto são os alunos do 2º e 3º ciclo do Ensino Fundamental (4ª ao 8ª ano) qual envolve crianças entre 10 e 15 anos que estão na pré-adolescência.

Além do aspecto educacional, o Mais Esporte na Escola leva em conta o desenvolvimento físico motor e os relacionados à socialização da criança, construção de valores morais e éticos, conforme ressalta a manager do projeto, Elizabeth Rute Rieth.

“O esporte parte daquele princípio de mente e corpo evoluírem em harmonia. Mas, o Rugby mais do que qualquer outro esporte tem algumas diferenças no sentido da educação porque existem outros princípios cultivados dentro dele como a solidariedade, a integridade, o respeito, a disciplina e o fato de fazer o esporte por paixão. O Rugby acaba proporcionando maior capacidade de concentração. Ele exigi foco e isso reflete nos estudos”, contou.

Inicialmente, o projeto irá difundir a cultura do Rugby, esporte nascido na Inglaterra no século XIX, mas a proposta é estender diversos esportes no contexto educacional da rede de Educação. Natação, Vôlei de Areia, Futebol Americano, Atletismo, Judô, entre outros estão entre as principais modalidades previstas no escopo do Mais Esporte na Escola.

Entre os membros da comunidade do esporte convidados esteve presente o atleta cuiabano de renome internacional David Moura. O judoca campeão panamericano demonstrou a satisfação da iniciativa da prefeitura de Cuiabá em envolver a prática de esportes como ferramenta educacional.

“Eu sempre faço questão de comparecer em qualquer evento que traga a promoção de qualquer esporte e sua prática. Torço para que dê certo o projeto e que o apoio continue porque o difícil é manter o trabalho bem feito. Espero que isso seja apenas o inicio de algo muito bonito. Acredito fielmente que quanto mais criança praticando esporte, menos criança na rua e mais educação para um futuro melhor para nossa comunidade”, reforçou Moura.

 

Deixe uma resposta