Home Mato Grosso Indea apreende 300 kg de produtos de origem animal irregulares

Indea apreende 300 kg de produtos de origem animal irregulares

0
0
Dois autos de infração foram lavrados e as cargas de 374 veículos foram fiscalizadas
por Dayanne Santana | Sedec-MT

O Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) divulgou um balanço das ações de fiscalização volante, realizadas durante a Operação Ágata 2017.2. A ação foi realizada pelo Exército Brasileiro, em parceria com a 13° Brigada de Infantaria Motorizada (13ª BDA INF MTZ) e 2º Batalhão de Fronteira (2º BFron), de 05 a 09 de junho, na fronteira Brasil/Bolívia e fronteira interestadual com Rondônia.

Siga o Portal LeNews no Facebook

A equipe do Indea, composta por oito fiscais, atuou na fiscalização do trânsito de animais, vegetais, produtos e subprodutos de origem animal e vegetal, e agrotóxicos. O Exército garantiu a segurança nas abordagens de veículos em rodovias federais, estaduais e estradas vicinais, bem como, na fronteira com a Bolívia para a realização de mapeamento da área, com pontos de interesse para a defesa sanitária de Mato Grosso.

Durante os cinco dias, as cargas de 374 veículos foram fiscalizadas, dentre eles: 1.969 bovinos; 02 equinos; 20 mil peixes; 613,94 mil kg de grãos; 303,32 mil kg de adubo; 15 mil litros de agrotóxicos; 30 mil kg de frutas; e 968,28 mil kg de produtos de origem animal. O trabalho de fiscalização resultou em dois autos de infração e apreensão de 300 kg de produtos de origem animal que estavam irregulares.

“Os resultados da fiscalização móvel foram satisfatórios e demonstram a necessidade da manutenção sistemática de ações desta natureza nas atividades de defesa sanitária animal e vegetal realizadas pelo Indea”, frisou o presidente do Indea-MT, Guilherme Nolasco.

As equipes contaram com quatro veículos equipados para trabalhos de barreiras volantes, e percorreram 5.494 km nos municípios de Comodoro e Nova Lacerda. A atividade de fiscalização volante prossegue entre os dias 14 e 28 de junho, com apoio policial do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), na fronteira Brasil/Bolívia, no trabalho de vigilância sanitária animal e vegetal, assegurando o status sanitário do estado de Mato Grosso.

Deixe uma resposta