Home Mundo Médicos canadenses preocupados com doença neurológica desconhecida
Médicos canadenses preocupados com doença neurológica desconhecida

Médicos canadenses preocupados com doença neurológica desconhecida

0
0

Sintomas demonstrados pelos pacientes podem facilmente ser diagnosticados como ansiedade ou depressão, mas agravam-se.

Médicos canadenses acreditam ter identificado uma doença mental previamente desconhecida, depois da análise a dezenas de casos de pacientes com perda de memória, alucinações e atrofia muscular.

Os especialistas estão acompanhando, há mais de um ano, um grupo de 43 pacientes suspeitos da doença neurológica, na província de New Brunswick, cuja causa permanece desconhecida.

De acordo com as análises feitas, os pacientes queixam-se, inicialmente, de dor, espasmos e mudanças comportamentais – sintomas que podem facilmente ser diagnosticados como ansiedade ou depressão, conforme escreve o Guardian.

Entre 18 a 36 meses depois, os mesmos pacientes começam a desenvolver declínio cognitivo, atrofia dos músculos e problemas nos dentes. Alguns doentes experienciam, também, alucinações vívidas, incluindo a sensação de insetos rastejando na superfície da pele.

A possível nova doença tornou-se notícia na semana passada depois de ter sido divulgado um memorando da agência de saúde pública local onde se apelava aos médicos para se manterem atentos a sintomas similares à doença de Creutzfeldt-Jakob – uma doença mental rara e fatal. “Estamos colaborando com diferentes grupos e especialistas nacionais; porém, neste momento ainda não foi identificada uma causa clara”, lia-se no documento.

A coincidência com alguns dos sintomas da doença de Creutzfeldt-Jakob, como a perda de memória, problemas de visão ou espasmos involuntários, criou uma alerta entre a rede de vigilância daquela doença neurológica, mas a mesma não foi confirmada.

“Não temos evidências de que se trata de uma doença priônica [Creutzfeldt-Jakob é a mais comum das doenças priônicas]”, disse Alier Marrero, a neurologista que lidera a investigação em New Brunswick.

Uma equipe de investigadores, que inclui cientistas federais, está trabalhando para determinar se é uma nova síndrome neurológica ou uma série de sintomas não relacionados e previamente desconhecidos, mas tratáveis.

(POR NOTÍCIAS AO MINUTO BRASIL)

 

Deixe uma resposta