Home Política Nininho destaca economia, modernização e transparência na gestão da ALMT

Nininho destaca economia, modernização e transparência na gestão da ALMT

0
0

O parlamentar apresentou, em entrevista coletiva, o balanço da sua gestão à frente da 1ª Secretaria.

Economia, modernização e transparência na gestão administrativa e financeira da Assembleia Legislativa foram os pontos destacados pelo deputado Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, ao comentar sobre o período que esteve à frente da 1ª Secretaria do Parlamento mato-grossense (biênio 2015/2017). Em entrevista coletiva realizada na tarde desta quarta-feira (01), o parlamentar apresentou números e pontuou as melhorias conquistadas nos últimos dois anos na Casa de Leis.

“Deixamos um saldo para a nova gestão de cerca de R$ 112 milhões como resultado do trabalho que aqui desenvolvemos”, afirmou o parlamentar. Desse total, R$ 15,5 milhões estão em conta bancária e o restante deve ser repassado em breve, pois são referentes a duodécimos atrasados e excesso de arrecadação. Nininho destacou que a Assembleia passou a assumir compromissos financeiros que antes eram do Poder Executivo, como o pagamento da URV e de aposentados e pensionistas, totalizando R$ 135 milhões. Nesse contexto, citou também a devolução de R$ 20 milhões ao Estado para compra de 150 ambulâncias.

 “Nós estamos apresentando hoje, nesses dois anos de gestão junto com o nosso presidente Guilherme Maluf, um resultado para a sociedade, onde a Assembleia Legislativa – entre as devoluções que fez ao governo, compromissos que até então eram do Estado e foram assumidos e cumpridos por essa Casa, não contando os restos a pagar que assumimos da gestão anterior – conseguiu uma economia total de R$ 247,3 milhões”, comemorou ao destacar que foi necessário fazer ajustes, como economia em combustível, horas de voo, material gráfico, entre outros fatores, para gerar esse resultado. O empenho dos servidores do Poder Legislativo também foi elogiado pelo parlamentar.

O deputado destacou também o suporte às quatro Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) realizadas no período, que tiveram toda a estrutura necessária para condução dos trabalhos. Do mesmo modo, o funcionamento da Casa de Leis foi modernizado, com implantação de 26 sistemas, o que contribuiu para que a Assembleia Legislativa fosse reconhecida nacionalmente como uma das mais transparentes do país.

O Parlamento mato-grossense ocupa a primeira posição no ranking da transparência entre os poderes legislativos do Centro-Oeste brasileiro, relativo a 2016.  É o que apontou o levantamento da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (ENCCLA), ligada ao Ministério da Justiça, que também classifica a ALMT como a sexta colocada no ranking nacional. Esta foi a primeira vez que os poderes legislativos foram avaliados pelo órgão, que faz desde 2014 o ranking da transparência entre os Ministérios Públicos. O levantamento busca aumentar a efetividade do sistema preventivo de lavagem de dinheiro e da corrupção.

Nininho deixou a 1ª Secretaria, mas integra a nova Mesa Diretora (biênio 2017-2019) na função de 2º secretário. 

Fonte: 

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *