Home Saúde Saúde promove conscientização contra Aedes Aegypti para alunos da rede municipal

Saúde promove conscientização contra Aedes Aegypti para alunos da rede municipal

0
0
por OZIANE RODRIGUES /Prefeitura de Cuiabá

Mais de 150 crianças da Escola Municipal de Ensino Básico, Juarez Sodré Farias, no bairro Araés, participaram nesta terça-feira (27) da palestra de conscientização, prevenção e combate ao Aedes Aegypti. A ação é promovida semanalmente por profissionais do Programa de Educação, Saúde e Controle em Zoonoses, da Coordenadoria de Vigilância em Zoonoses de Cuiabá. O objetivo é conscientizar as crianças e a comunidade escolar sobre a importância do trabalho de prevenção e combate ao vetor da dengue, Zika vírus e febre Chicungunya.

Siga o Portal LeNews no Facebook

Dedicado à causa deste 1998, o biólogo Hélio Simião de Almeida, que atua como agente de combate a endemias, encantou as crianças ao apresentar amostras do ciclo de nascimento do mosquito, com vídeos e cartilhas. “Estamos quebrando paradigmas, pois é muito gratificante podermos ensinar para o nosso futuro. Essas crianças serão os adultos responsáveis pelo não proliferação do Aedes amanhã, além de apreenderem, elas contribuem conosco para conscientizarmos também seus pais. Isso é gratificante”, frisou.

Na ocasião, os alunos também aprenderam sobre os riscos que animais sinantrópicos (ratos, escorpiões, caramujos, lacraias, barbeiros, entre outros) oferecem à saúde humana.

A responsável técnica em Educação e Saúde da diretoria de Vigilância em Saúde, Célia Carvalho, explica que é praxe da equipe trabalhar apenas a conscientização contra o mosquito. Porém, na Semana do Meio Ambiente foi iniciado o trabalho contra as pragas urbanas nas regiões onde há incidência desses vetores. “Nosso objetivo é fazer com que as crianças se afastem desse risco que muitas vezes os atraem pela beleza. Após a palestra, eles apreendem que não podem mantê-los por perto sob o risco de causarem danos à sua saúde ou até mesmo morte. E o resultado é fascinante, eles apreendem e retransmitem a mensagem”, pontuou Célia.

Segundo a coordenadora do Emeb, Joelma Talon, o aprendizado é reconhecido em sala de aula e pelos pais dos alunos. “O conhecimento que eles adquirem os transformam em verdadeiros fiscais. Já nos deparamos com diversas situações em que os pais nos confidenciam que receberam broncas dos filhos e isso os incentivaram a mudar seus hábitos. E esse trabalho realizado pela Secretaria de Saúde é essencial, pois o resultado é sentido por todos da comunidade”, finalizou.

Deixe uma resposta