Home Segurança Polícia Militar forma 240 tecnólogos em Segurança Pública

Polícia Militar forma 240 tecnólogos em Segurança Pública

0
0
por Alecy Alves | Polícia Militar

Na noite desta segunda-feira (19.06), em Cuiabá, 240 policiais militares colaram grau como Tecnólogos em Segurança Pública pelo Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT).

Oferecido gratuitamente, essa graduação teve duração de um ano e meio e habilita os policiais a atuarem em diversas áreas da prevenção e repressão à criminalidade. Eles estão aptos para trabalharem, por exemplo, contra a homofobia e crimes digitais, no atendimento às mulheres em situação de vulnerabilidade, técnicas de armas não letais, entre outros.

Siga o Portal LeNews no Facebook

Essa é a primeira turma de Tecnologia em Segurança Pública aplicado na plataforma EaD, complementada por encontros presenciais. Para o coordenador Nacional de Educação a Distância da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, Armando Filho, esse curso é importantíssimo para a Segurança Pública. Ele lembrou que essa modalidade está aplicada em outros estados.

Armando Filho diz que esse é um exemplo produtivo de parcerias na realização de capacitações de nível superior, usando uma plataforma que permite qualificar um grande número de policiais. “Quem ganha com melhores policiais é a sociedade”, ressaltou Armando Filho.

O professor Adriano Breunig, diretor de Projetos e Políticas de Desenvolvimento Institucional do IFMT, explica que essa é uma qualificação de nível superior como as demais oferecidas pela instituição federal.

Na análise do comandante-geral adjunto da Polícia Militar, coronel Clelcimar Rabelo, essa modalidade de formação permite ao policial estudar sem deixar de servir a sociedade.

Rabelo disse ainda que os alunos poderão ascender na carreira e realizar o credenciamento no Curso de Formação de Oficiais. “Esses formandos continuam no processo de aperfeiçoamento e, com isso, aperfeiçoamos nossa atuação junto à sociedade”, finalizou.

O curso é resultado da parceria entre o IFMT- Campus Cuiabá, o Ministério da Justiça, através da SENASP – Secretaria Nacional de Segurança Pública, e a Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso.

Deixe uma resposta